Há muito que que Mark Zuckerberg nos mostrou que a sua visão para o Facebook é uma espécie de “canivete suíço”, ou seja, um all-in-one, tudo na mesma rede social, rara exceção feita para o Instagram, que não foi absorvido na rede principal e que (felizmente) se percebeu que era um excelente serviço para as gerações mais novas.

Errado por parte do FB ter o Instagram “à parte”? Não, absolutamente certo. Vivemos num mundo em que cada vez mais ninguém é bom em tudo. Todos temos que ser os melhores, nem que seja na “nossa rua”…

Bem, mas a novidade do FB é, como não poderia deixar de ser, mais uma funcionalidade, após tantas outras (umas com mais sucesso que outras, como é normal). Desta forma, após os empregos (uma pseudo ameaça ao LinkedIn), eis que surge mais uma (pseudo) ameça, desta feita ao Tinder. Trata-se do “Dating”, uma nova funcionalidade na qual os utilizadores da rede possuem outra entidade (não visível para os seus amigos) e, com ela, poderão encontrar o par perfeito. É uma espécie de “second life” dentro do próprio FB: mensagens privadas à parte do FB (nas quais apenas se pode escrever), entre outras funcionalidades.

E pronto, com isto se acrescenta mais uma peça ao canivete suíço. Ainda tem bolso para um canivete tão grande? Pois, a ver vamos “como diz o ceguinho”…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *